Gotas de Tequila

Isabella Nogueira, 16 anos, brasileira e contraditória.


Looking for more relatable posts?

If you’re a teen you must follow this blog.

“Não gostava de nada. Vai ver eu estava com medo. É isso: eu tinha medo. Eu queria ficar sozinho num quarto com a janela fechada. Fiquei curtindo essa ideia. Eu era um trambolho. Eu era um lunático.”

—   Charles Bukowski (via 4lcohol)

“If you’re going to try, go all the way. There is no other feeling like that. You will be alone with the gods, and the nights will flame with fire. You will ride life straight to perfect laughter.”

—   Charles Bukowski (via barbjacobs)

“you’ve got to know when to let a woman go if you want to keep her, and if you don’t want to keep her you let her go anyhow, so it’s always a process of letting go, one way or the other”

—   Charles Bukowski
22,000 Dollars in 3 Months
The Roominghouse Madrigals (via wordsnbirds)

“The first kiss, the first fuck had some drama. People were interesting at first. Then later, slowly but surely, all the flaws and madness would manifest themselves. I would become less and less to them; and they would mean less and less to me.”

—   (via iamtheshaughnessy)

“Era uma noite de dezembro, um sábado. Estava no meu quarto e tinha bebido muito mais do que o de costume, acendendo um cigarro no outro, pensando nas garotas e na cidade e nos empregos e nos anos que ainda viriam. Olhando para o devir, eu gostava muito pouco do que via. Eu não era um misantropo ou um misógino, mas gostava de estar sozinho. Era bom estar solitário num lugarzinho, sentado, fumando e bebendo. Sempre tinha sido uma boa companhia para mim mesmo.”

—   Charles Bukowski. (via ansiei)

“Something else is hurting you — that’s why you need pot or whiskey, or whips and rubber suits, or screaming music turned so fucking loud you can’t think.”

—   Charles Bukowski (via baddestbitchinparis)

“Podia ver a estrada à minha frente. Eu era pobre e ficaria pobre. Mas eu não queria particularmente dinheiro. Eu sequer sabia o que desejava. Sim, eu sabia. Queria algum lugar para me esconder, um lugar em que ninguém tivesse que fazer nada. O pensamento de ser alguém na vida não apenas me apavorava mas também me deixava enojado. Pensar em ser um advogado ou um professor ou um engenheiro, qualquer coisa desse tipo, parecia-me impossível. Casar, ter filhos, ficar preso a uma estrutura familiar. Ir e retornar de um local de trabalho todos os dias. Era impossível. Fazer coisas, coisas simples, participar de piqueniques em família, festas de Natal, 4 de julho, Dia do Trabalho, Dia das Mães… afinal, é para isso que nasce um homem, para enfrentar essas coisas até o dia de sua morte? Preferia ser um lavador de pratos, retornar para a solidão de um cubículo e beber até dormir.”

—   Charles Bukowski. (via ansiei)

“there is much good in being alone
but there is a strange warmth in not being alone.”

—   From Yes by Charles Bukowski (via hush-syrup)

“That’s the problem with drinking, I thought, as I poured myself a drink. If something bad happens you drink in an attempt to forget; if something good happens you drink in order to celebrate; and if nothing happens you drink to make something happen.”

—   Charles Bukowski, Women (via what-strange-lives-we-live)